sexta-feira, novembro 10, 2006

Toda a cidade se acalma em redor; a viela iluminada tranquiliza-se,
E com archotes adornados rangem os carros ao passar.
Enchida a sua medida, regressam os homens a casa para descansarem da agitação diurna;
No seu
lar, o homem ponderado, com satisfação,
Faz o balanço dos ganhos e das perdas; a azáfama do mercado
Terminou e já não há uvas nem flores e as mãos descansam.

Friedrich Holderlin

Clicar na palavra lar.

Passem também por aqui e tenham um bom fim de semana.